.

.

.

Campanha 21 dias de Oração e Jejum pelo Sertão Nordestino (Juvep)


           “Faça Chover, Senhor, na Terra e no coração do Povo Sertanejo!” é o tema da Campanha 21 Dias de Oração e Jejum pelo Sertão Nordestino e Povos Minoritários da Região organizada pela Missão JUVEP. O objetivo da campanha é mobilizar oração em favor da evangelização, plantio de igrejas e transformação social dos sertanejos, ciganos, quilombolas e indígenas do Nordeste.

A Missão Juvep deseja envolver crentes e igrejas de todo país nesse clamor, pois crê que quando o Espírito Santo mobiliza o Povo de Deus para orar por uma Causa Ele está preparando os corações para realizar grandes coisas que redundam em glórias para Cristo e salvação para muitos.

Seja, portanto, um instrumento nas mãos de Deus através da oração para que milhares de vidas sejam alcançadas pelo Evangelho, igrejas sejam plantadas e a realidade social desses povos seja transformada.

Cada igreja tem a liberdade de escolher a data que melhor lhe servir dentro de seu calendário ao longo do ano de 2014. O importante é o compromisso de orar 21 dias pelo sertão e pelos povos minoritários do Nordeste. Sugerimos que seja realizado um culto especial de abertura e outro de encerramento da campanha.

Ore, participe, compartilhe com sua liderança, cadastre sua igreja no site e adquira o livro da campanha.

 

 

Copyright © 2014  Missão Juvep, All rights reserved.
Campanha 21 de Oração e Jejum pelo Sertão Nordestino e Povos Minoritários da Região

Nosso endereço é:

Missão Juvep

Rua Mar do Caribe, s/n - Portal do Poço

Cabedelo, PB - Brasil - CEP: 58106-282

Telefone: 83 3248.2095

Para as Cidades de São Paulo, Osasco, Cotia, Taboão da Serra, Carapicuíba, Itapecerica da Serra e Embu das Artes, não estamos cobrando frete, pois nosso ponto de apoio Juvep/SP está localizado no Butantã. Para as demais cidades da grande São Paulo e bairros muito distantes (mais de 50 KM) entregamos sem frete somente acima de 50 unidades, ou podemos combinar encontro em estações do metrô.

Deise Felipe Machado

Representando a Missão Juvep

         Em São Paulo SP

   (11) 3782-3309 / 99598-0217

       www.juvep.com.br

 



--

Portal da Evangelização Para servir à sua igreja


 

e:infor+ é o boletim digital produzido pelo portal da evangelização com o propósito de oferecer informações e recursos evangelísticos aos crentes no meio digital para o cumprimento da missão bíblica da Igreja. 

www.evangelizabrasil.com

Portal da Evangelização, 21 de maio de 2014

 Nesta edição
Carta do pastor José Bernardo, presidente da AMME – Agência Missionária de Mobilização Evangelística a pastores e líderes das igrejas evangélicas sobre a construção da Base Missionária Cidade Forte.

www.evangelizabrasil.com


Prezados pastores e líderes,
saudações em Cristo.

Para ajudar as igrejas evangélicas brasileiras a cumprir sua missão bíblica, estamos construindo a Base Missionária Cidade Forte. A Cidade Forte será um centro de produção de recursos para a obra missionária da evangelização, com seminário, treinamentos, estúdios para produção de áudio, vídeo e internet, agência de comunicação, gráfica, estrutura para cuidado de missionários e seus filhos etc. Além disso, a Cidade Forte terá atividades geradoras de renda que a tornarão auto sustentável (piscicultura, fito-cultura e hotelaria). É um sonho de Deus e convido você a sonhar conosco.

A Cidade Forte está sendo construída em uma área dada por Deus de um modo maravilhoso. São 300 mil metros quadrados às margens da represa de Paraibuna, no Vale do Paraíba a Nordeste de São Paulo, consagrados a impulsionar a obra missionária. No momento estamos iniciando as fases 1 e 2 da realização desse sonho. Na fase 1 devemos fazer o georreferenciamento, cuidar da estrada de acesso e caminhos internos, instalar 1,4 km de cercas e sinalizar o terreno. Na fase dois vamos construir a estrutura para treinamentos de curto prazo em regime de camping e acampamento. Serão 400 m2 de construção, alguma terraplenagem e paisagismo.

www.evangelizabrasil.com

Nós temos investido tudo o que temos para ajudar as igrejas na evangelização. Sabemos que vale a pena, pois já ajudamos mais de 50 mil igrejas e alcançamos 123 milhões de pessoas com a mensagem do Evangelho. Queremos fazer muito mais para a glória de Deus, então convidamos você a investir também. Considere com sua igreja a possibilidade de fazerem uma oferta de amor e depositar para a AMME no Banco do Brasil, agência: 3279-4 conta: 15278-1. Considere a possibilidade de se tornar um mantenedor dessa obra, telefone para (11) 4428 3222 e torne-se um Ceifeiro conosco.

Uma obra como essa exige muito material, equipamento, mobiliário e diversos tipos de serviços: engenharia (civil, hidráulica, elétrica, ambiental); terraplenagem, cercas, paisagismo. Se você pode ofertar materiais ou serviços, entre em contato com nosso escritório para conhecer as especificações (11) 4428 3222. Para saber mais sobre o projeto, faça o download de um portfólio com várias fotos e desenhos em [e:infor+].

Seu para evangelizarmos todo mundo,

José Bernardo
AMME evangelizar

www.evangelizabrasil.com

 

 

   



--

Pés Formosos » Israel

Pés Formosos » Israel


Relatos de Israel – 26 de Maio

Posted: 29 May 2014 07:21 AM PDT

relatos

 

1. "ASSASSINATO A SANGUE FRIO" OU TRÁGICO INCIDENTE EM UM CONFRONTO VIOLENTO?
 
Na terça-feira da semana passada, uma manifestação violenta ocorreu ao norte de Jerusalém durante aquilo que os árabes palestinos chamam de Nakba Day, comemorando a "tragédia" (Nakba) do estabelecimento do Estado de Israel. No final de um longo dia de confrontos em diferentes localidades, dois jovens árabes palestinos, Mohammed Mahmoud Odeh (16) e Nadeem Siam Nawara (17) foram mortos. 

Imagens de vídeo das câmeras de segurança em um prédio vizinho foram divulgadas na terça-feira afirmando mostrar o tiroteio dos dois. No vídeo que está sem som, os dois podem ser vistos, em diferentes momentos, caminhando ao longo de um muro de concreto durante uma pausa nos confrontos e de repente caindo no chão. Eles não estavam envolvidos com a violência no momento.

A organização israelense de direitos humanos Betzelem republicou as filmagens depois de tê-las recebido da organização Internacional para Defesa das Crianças – Seção Palestina. Betzelem sugeriu que soldados israelenses deliberadamente assassinaram os dois adolescentes. O relatório publicado na homepage da organização também disse que há "fortes indícios de que foi utilizada munição real", algo que foi testemunhado por testemunhas oculares na área, baseado em observações que munição real faz outro som do que balas de borracha. A equipe médica árabe palestina também mostrou uma bala encontrada na mochila de um dos adolescentes, onde supostamente parou depois de ter penetrado seu corpo.

As FDI disseram em resposta às afirmações de que a investigação inicial mostrou que nenhuma munição real tinha sido usada, mas o incidente continua sob investigação. O porta-voz acrescentou que o vídeo havia sido editado "e não documenta a amplitude completa do evento" e "a natureza violenta da revolta".

Após a divulgação das filmagens na terça-feira, porta-vozes da AP imediatamente exigiram uma investigação internacional dos incidentes, os quais se referiram como crimes de guerra e "assassinato a sangue frio". A ONU apoiou esta reivindicação ao passo que os EUA pediram que o governo israelense conduzisse "uma investigação rápida e transparente para determinar os fatos que cercam este incidente".

Comentário:
Nós aqui temos um exemplo clássico onde a versão israelense árabe-palestino dos eventos contradiz um ao outro; pelo menos na sua fase inicial.  Esta história ainda está em desenvolvimento, e não temos a imagem completa. A questão é se nós algum dia teremos, como tradicionalmente, a AP não tem cooperado com as autoridades israelenses, entregando as provas em casos semelhantes.

Os fatos que ambos os lados concordam sobre, são que houve confrontos neste dia na área onde as filmagens foram gravadas, perto da prisão Ofer fora de Ramallah. Fontes israelenses estimam que cerca de 150 árabes palestinos estavam participando do motim usando bombas de fogo, pedras e pneus em chamas para atacar os soldados. Também esta claro que, no final do dia, os dois adolescentes foram mortos e vários outros feridos. Existem várias opções para o que poderia ter acontecido: soldados israelenses mataram deliberadamente os jovens. A partir das filmagens parece muito claro que os dois jovens não estavam envolvidos em ações violentas na hora. Se os soldados israelenses de fato atiraram neles com munição real, vai ser difícil afirmar que isso foi feito porque os soldados estavam em perigo mortal.

No entanto, o desafio com esta opção é encontrar uma motivação para um homicídio intencional. Por que os soldados fariam isso? O que eles poderiam ganhar com isso? Faria, sem dúvida, que o motim se intensificasse e se espalhasse; levaria à atenção da mídia mundial e à condenação; e pode, no final, levar à prisão dos culpados. Mortes intencionais, o que de acordo com a filmagem parece ser a opção mais provável, na realidade parece ser a opção menos provável.

Poderia ser que um soldado israelense tenha ficado tão assustado ou de cabeça quente que ele perdeu o bom senso e disparou indiscriminadamente? Esta é uma opção. Mas o assassinato dos dois jovens ocorreu com uma diferença de tempo de 75 minutos de acordo com o relógio do vídeo. É improvável que um lapso mental duraria tanto tempo. Além disso, o soldado teria sido obrigado a mudar para munição real, algo que provavelmente teria sido percebido por seus companheiros. Outra opção é que isso era uma bala perdida. Isso também é possível. Mas poderia acontecer duas vezes; e ambos atingirem no torso com desfecho mortal? Por que isso aconteceu durante uma calmaria aparente na violência? E mais uma vez, por que com munição real, se a ordem era apenas para usar balas de borracha?

Há também a opção de que a imagem de vídeo tenha sido manipulada. Se for assim, não seria a primeira vez. Há muitos clips disponíveis no Youtube mostrando árabes palestinos agindo como supostos assassinatos de seus civis por soldados israelenses, a fim de divulgá-los como reais. Esta indústria recebeu o nome de Pallywood.

Em primeiro lugar, a identidade dos dois jovens que supostamente são filmados na filmagem não pode ser decidida com base na filmagem. Podemos ter certeza de que nós estamos vendo Odeh e Nawara? Em segundo lugar, conforme relatado no Canal 2de Israel, um dos adolescentes estendeu as mãos para suavizar sua queda. Isso é um comportamento provável de uma pessoa que foi baleada? Em terceiro lugar, após o assassinato de um dos adolescentes, um grande grupo de pessoas corre para ele e o carregam a uma ambulância que aparece um pouco mais abaixo na estrada. Mas um grande número de pessoas continua a caminhar ao longo do muro como se nada tivesse acontecido. Parece haver nenhum medo de ser alvejado por balas adicionais. Em quinto lugar, por que demorou quatro dias antes da filmagem ser divulgada? Terá sido adulterada?

Tudo isso não é para excluir a possibilidade de que as forças israelenses são responsáveis ​​pela morte dos dois adolescentes. Isso já aconteceu antes, e, infelizmente, é provável que isso aconteça novamente. Mas é fundamental que todos os fatos sejam colocados sobre a mesa antes de as conclusões serem tiradas. Para que isso aconteça, pressão deve ser colocada na AP, para trazer todas as evidências relacionadas ao incidente. É do interesse de Israel de que a verdade seja revelada – mesmo que possa ser desagradável. Só desta forma incidentes semelhantes podem ser impedidos no futuro.

No entanto, a prevenção de tais incidentes não parece ser uma prioridade na agenda da AP. Eles continuam incentivando protestos violentos sabendo muito bem que este é um jogo mortal para os jovens que eles enviam na linha de frente dessas manifestações fúteis. Parece precipitado dizer isso, mas é difícil evitar a conclusão de que, para a AP, o sacrifício de alguns jovens agora e depois é um preço que eles estão dispostos a pagar, a fim de se certificar que a simpatia do mundo permaneça ao seu lado.

Portanto, os dois lados podem não concordar que expor a verdade é o que é importante aqui. Infelizmente, parece que para a AP, é suficiente que um caso pode ser usado para condenar Israel e isolar o Estado judeu internacionalmente. Há muito tempo que essa tem sido sua agenda e, enquanto o caso atual servir para esse propósito, não devemos esperar qualquer cooperação do lado da AP.

2. CURTAS DA SEMANA

O Haaretz informou que uma fonte do Hamas teria dito que o modelo sendo planejado para o novo governo palestino unificado seria o mesmo do Hizb'Allah no Líbano, em que a organização é um partido do governo que divide a responsabilidade por assuntos de rotina, mas mantém um exército independente.  "Se alguém espera que o Hamas to entregue todos os seus artefatos e a rede de mísseis para a Autoridade Palestina, está cometendo um grande erro," disse a fonte do Hamas.

No próximo domingo, 25 de maio, o Papa Francisco visitará Jerusalem. Entre outras coisas, ele passará no jardim do Monte Hertzl, visitará o Yad VaShem e encontrará os dois rabinos-chefes. O Papa Francisco também se encontrará com o Presdente Shimon Peres e com o Primeiro Ministro Binyamin Netanyahu. Durante sua visita, também está agendado que o Papa Francisco encontre o Grande Mufti de Jerusalem, Sheikh Muhammad Hussein. Esse último compromisso tem causado algumas reações em Israel, pois Mufti tem um atualizado histórico em discursos de ódio anti-semitas. Suas declarações foram inclusive repreendidas internacionalmente. Em 2012, o Mufti pregou que faz parte do destino muçulmano matar judeus e, em outra ocasião, na Mesquita de Al-Aqsa, em Jerusalém, ele ensinou que judeus são "inimigos de Allah". Ainda, em outro sermão, ele disse que as almas dos suicidas de atentados a bomba "nos dizem para seguirmos em seu caminho".

Um artefato interessante foi encontrado no sítio arqueológico de Omrit Roman-era, ao norte da Galileia. Trata-se de um selo que remete ao século 8 a.C. O artefato foi encontrado em 2012, mas apenas recentemente arqueólogos concluíram suas pesquisas a respeito do achado. Escavações em Omrit ao longo dos últimos 25 anos descobriram três diferentes templos, construídos um dentro do outro. A parte mais interna contem o templo mais antigo, datado do ano 40 a.C. No meio há um santuário que remonta à época de Herodes, perto de 20 a.C. O terceiro e mais recente templo data do primeiro século d.C. O selo foi encontrado atrás da parede do santuário mais antigo, dentro de uma camada de massa entre uma parede interna e uma externa.

Os arqueólogos não entendem como o selo foi parar lá, pois o templo foi cosntruído 700 anos depois da criação do selo. O selo representa uma batalha entre uma figura alada e um touro empinado sobre suas patas traseiras. Uma pesquisa comparativa remonta a data de criação à época de Sargão II, um rei Assírio que reinou entre 722 e 705 a.C. e que conquistou a Israel antiga. "O selo, aparentemente, foi trazido para Israel por um de seus servos", disse a Professora Ziona Grossmark, do Tel-Hai Academic College.  De acordo com Grossmark, um selo era um meio de caracterizar seu proprietário, ao contrário do que é uma identidade hoje em dia. "Selos eram usados na Galileia no terceiro milênio a.C. até quase o 5º ano a.C." Eles eram usados principalmente durante o período no qual tábuas de barro eram usadas para escrita, até que a posterior introdução do papiro ou do couro na feitura de pergaminhos." O selo foi descoberto perfeitamente preservado, e ainda está send pesquisado e catalogado. Grossmark relatou para arqueólogos e historiadores que é um dos mais belos selos jamais encontrados.

Nessa semana, 400 oficiais doo governo chines e empresários chegaram a Israel para participar de uma série de rodadas de negócios e seminários.  Shangyan Fen, um diretor de administração  da Catalyst-CEL, um fundo de investimentos conjunto entre Israel e China disse que eles estão buscando tecnologia isrelense para auxiliar a China a "subir de nível" em termos sociais. Entre outras iniciativas de cooperação, a Tel Aviv University anunciou, na segunda, uma parceira com a Tsinghua University de Beijing para investir USD300 milhões para estabelecer o XIN Research Center, voltado para a pesquisa de tecnologias iniciais e maduras em biotecnologia, energia solar, água e meio ambiente. Israel ainda é um parceiro discreto para  gigantesco tamanho chinês, mas os negócios entre ambos tem se avolumado, alcançanco USD8.4 bilhões no ano passado, comparado com USD6.7 bilhões em 2010, de acordo com o Central Bureau of Statistics de Israel. Beijing busca acesso a novas tecnologias em campos nos quais Israel é considerado um líder, aí incluindo agricultura, dessalinização da água e medicina, enquanto o estado judeu está faminto para ganhar campo no mercado chinês.

3. FLASHBACK HISTÓRICO: Junho de 1964

A National Water Carrier foi completada. Como resultado, a maioria das redes regionais de condução de  água no país oram unificadas em uma rede que compreende desde o Kinneret (Mar da Galileia) até o Mitzpe Ramon no deserto do Neguebe.

A água do Kinneret é misturada com água que brota do solo ao longo de sa rota, e desde o princípio, 80% dela é usada para agricultura e 20% para consumo. Esses números foram invertidos em 2010, quando, devido ao aumento populacional, e aumento dos padrões de vida, 80% da água do Mar da Galileia é usada para consumo. De modo a levar esta quantidade de água a 370 acima do Kinneret, até o ponto mai alto da rota, Eliabun, duas grandes estações de bombeamento foram construídas, uma em Tabgha em outra no Tsalmon. Anualmente, 500 milhões de metros cúbicos de água são bombeados do Kinneret, e 400, destes, são destinados para a rede nacional (National Water Carrier). Os 300 milhões de metros cúbicos adicionais evaporam.
Fonte: LivetsOrd

“Óleo sobre a Barba”

Posted: 29 May 2014 07:19 AM PDT

"Óleo sobre a Barba"

Unidade, Liderança e Unção Há uma ligação especial entre unidade na liderança e unção do Espírito Santo. Eu estou envolvido com vários grupos de liderança, tais como a nossa equipe do Revive Israel, a congregação Ahavat Yeshua em Jerusalém, a congregação Tiferet Yeshua em Tel Aviv, e a Aliança Judaico Messiânica de Israel. Os relacionamentos que nutro há mais tempo são com a equipe sênior do Tikkun International (Dan Juster, Eitan Shishkoff, David Rudolph, Paul Wilbur). Em todos esses grupos, procuramos construir a partir do trabalho em equipe, enquanto buscamos ao Senhor em oração e adoração. Em Atos 1, vemos os discípulos de Yeshua orando juntos num só coração sob a liderança dos apóstolos. Como resultado, o fogo do Espírito Santo foi derramado em Atos 2. Para que alcançassem essa unidade em oração, foi necessário um investimento extraordinário em relacionamentos de aliança entre eles "horizontalmente", juntamente com uma pureza devocional a Deus "verticalmente". Salmo 133.1-3: "Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos! É como o óleo precioso sobre a cabeça, o qual desce para a barba, a barba de Arão, e desce para a gola de suas vestes. É como o orvalho do Hermom, que desce sobre os montes de Sião. Ali, ordena o SENHOR a sua bênção e a vida para sempre." A palavra em hebraico para "barba" – zakan – vem da mesma raiz da palavra "ancião" ou "presbítero" – zaken. A unção do Espírito Santo desce como óleo a partir de Yeshua, nosso Sumo Sacerdote, através da liderança. Esse salmo clássico de Davi pode ter uma aplicação para os dias atuais – e o fim dos tempos. Se a unidade no meio da liderança e a unção do Espírito Santo puderem ser restauradas aqui em "Sião", então uma enorme bênção de avivamento e vida de ressurreição será liberada para o mundo inteiro (Romanos 11.12-17). Asher Intrater

Construindo uma Comunidade de Aliança

Nesta era moderna de alienação e escassez de vínculos pessoais, estamos proclamando: obediência a Yeshua requer o desenvolvimento de comunidades de discipulado sob a supervisão de um presbitério qualificado. Em Mateus 16, lemos o relato da confissão de Pedro a respeito de Yeshua. Ele declara: "Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo."Yeshua responde: "Bem-aventurado és, Simão Barjonas, porque não foi carne e sangue que to revelaram, mas meu Pai, que está nos céus. Também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Dar-te-ei as chaves do reino dos céus; o que ligares na terra terá sido ligado nos céus; e o que desligares na terra terá sido desligado nos céus." Alguns tentam escapar da exigência de compromisso congregacional, alegando que a igreja de Yeshua é uma realidade invisível e mística que não requer um comprometimento com as instituições visíveis deste mundo. Isso é contrário às Escrituras.  Yeshua escolheu 12 discípulos, onze dos quais se tornaram os novos anciãos para os seus seguidores. A frase "as chaves do Reino" tem a ver com autoridade de governo, uma autoridade que os judeus consideravam pertencer ao Sinédrio no primeiro século. O ato de ligar e desligar implicava em permitir ou proibir certos comportamentos. Isso era muito concreto e bem conhecido no primeiro século. É claro que podemos nos referir ao povo de Yeshua como um Corpo universal que transcende os grupos visíveis que se reúnem; porém, sem se reunir em congregações – sejam elas pequenas ou grandes – essa entidade universal não terá substância. Ao invés disso, logo após o Pentecostes (Shavuot), formou-se uma grande congregação em Jerusalém que se submetia ao ensino apostólico e se reunia regularmente (Atos 2.42). Mais tarde, quando os apóstolos começaram a viajar para novas cidades, eles estabeleceram novas congregações sob a liderança de um presbitério. O Cubo da roda A congregação é o útero para discipulado, adoração, oração e responsabilidade mútua. Podemos observar isso ao longo das Escrituras: Mateus 28.19 nos comissiona a fazer discípulos. As congregações são como o cubo de uma roda — da qual saem muitos raios: casamento e família, negócios e finanças, artes, educação e justiça social. Tudo flui a partir do cubo, onde há autoridade. As pessoas são treinadas a demonstrar o Reino em cada área da vida por aqueles que estão na liderança da vida congregacional. Portanto, construir uma comunidade sob um presbitério é o compromisso fundamental para todos aqueles que creem em Yeshua – perdendo em importância apenas para o seu compromisso pessoal com Deus e com o próprio Yeshua. Dan Juster

Visão para o Shavuot

Neste vídeo, Asher expõe a visão que nos levou, no Revive Israel, a convidar você tão insistentemente a uma parceria conosco para o Shavuot deste ano. Para nós, esse não é apenas outro evento. Nós cremos, com base nas Escrituras, que Deus derramará o seu Espírito sobre toda a carne no fim dos tempos (Atos 2.17-21). Para que isso ocorra, Yeshua está esperando que sua noiva ao redor do mundo se una em fé e oração, e peça para que esse evento capaz de mudar o mundo aconteça. Para assistir ao vídeo em inglês, clique AQUI! Por favor, junte-se a nós, começando às 18h no dia 3 de junho, 2014 (horário de Israel) e continuando por 12 horas, através da transmissão ao vivo pela internet. Para assistir à transmissão ao vivo, acesse este link. *IMPORTANTE* Para assistir, você precisa digitar esta SENHA: globalrevival (A senha não aparecerá em nenhum lugar no site)

Pedidos Rápidos de Oração

Papa – Francisco fez uma visita a Israel neste último domingo. Embora quase todos os judeus messiânicos em Israel tenham uma perspectiva evangélica, para a maioria da nação, o Papa é a figura mais visível ligada a Yeshua. Ore por um relacionamento melhor entre o Vaticano e o governo israelense. Egito – As eleições presidenciais estão marcadas para esta semana. O grande favorito, Abdel Fatah Al-Sisi, acredita que os radicais islâmicos prejudicaram o Egito, e que a cooperação de segurança com Israel aumentará entre as duas nações. Ore por um governo estável no Egito com mais liberdade religiosa.   Fonte: ReviveIsrael

Pés Formosos » Notícias

Pés Formosos » Notícias


O Fazedor de Discipulos

Posted: 29 May 2014 07:43 AM PDT

fazedor de discipulos

 

Clique aqui e adquira o seu!

Fonte: CCRP

Relatos de Israel – 26 de Maio

Posted: 29 May 2014 07:21 AM PDT

relatos

 

1. "ASSASSINATO A SANGUE FRIO" OU TRÁGICO INCIDENTE EM UM CONFRONTO VIOLENTO?
 
Na terça-feira da semana passada, uma manifestação violenta ocorreu ao norte de Jerusalém durante aquilo que os árabes palestinos chamam de Nakba Day, comemorando a "tragédia" (Nakba) do estabelecimento do Estado de Israel. No final de um longo dia de confrontos em diferentes localidades, dois jovens árabes palestinos, Mohammed Mahmoud Odeh (16) e Nadeem Siam Nawara (17) foram mortos. 

Imagens de vídeo das câmeras de segurança em um prédio vizinho foram divulgadas na terça-feira afirmando mostrar o tiroteio dos dois. No vídeo que está sem som, os dois podem ser vistos, em diferentes momentos, caminhando ao longo de um muro de concreto durante uma pausa nos confrontos e de repente caindo no chão. Eles não estavam envolvidos com a violência no momento.

A organização israelense de direitos humanos Betzelem republicou as filmagens depois de tê-las recebido da organização Internacional para Defesa das Crianças – Seção Palestina. Betzelem sugeriu que soldados israelenses deliberadamente assassinaram os dois adolescentes. O relatório publicado na homepage da organização também disse que há "fortes indícios de que foi utilizada munição real", algo que foi testemunhado por testemunhas oculares na área, baseado em observações que munição real faz outro som do que balas de borracha. A equipe médica árabe palestina também mostrou uma bala encontrada na mochila de um dos adolescentes, onde supostamente parou depois de ter penetrado seu corpo.

As FDI disseram em resposta às afirmações de que a investigação inicial mostrou que nenhuma munição real tinha sido usada, mas o incidente continua sob investigação. O porta-voz acrescentou que o vídeo havia sido editado "e não documenta a amplitude completa do evento" e "a natureza violenta da revolta".

Após a divulgação das filmagens na terça-feira, porta-vozes da AP imediatamente exigiram uma investigação internacional dos incidentes, os quais se referiram como crimes de guerra e "assassinato a sangue frio". A ONU apoiou esta reivindicação ao passo que os EUA pediram que o governo israelense conduzisse "uma investigação rápida e transparente para determinar os fatos que cercam este incidente".

Comentário:
Nós aqui temos um exemplo clássico onde a versão israelense árabe-palestino dos eventos contradiz um ao outro; pelo menos na sua fase inicial.  Esta história ainda está em desenvolvimento, e não temos a imagem completa. A questão é se nós algum dia teremos, como tradicionalmente, a AP não tem cooperado com as autoridades israelenses, entregando as provas em casos semelhantes.

Os fatos que ambos os lados concordam sobre, são que houve confrontos neste dia na área onde as filmagens foram gravadas, perto da prisão Ofer fora de Ramallah. Fontes israelenses estimam que cerca de 150 árabes palestinos estavam participando do motim usando bombas de fogo, pedras e pneus em chamas para atacar os soldados. Também esta claro que, no final do dia, os dois adolescentes foram mortos e vários outros feridos. Existem várias opções para o que poderia ter acontecido: soldados israelenses mataram deliberadamente os jovens. A partir das filmagens parece muito claro que os dois jovens não estavam envolvidos em ações violentas na hora. Se os soldados israelenses de fato atiraram neles com munição real, vai ser difícil afirmar que isso foi feito porque os soldados estavam em perigo mortal.

No entanto, o desafio com esta opção é encontrar uma motivação para um homicídio intencional. Por que os soldados fariam isso? O que eles poderiam ganhar com isso? Faria, sem dúvida, que o motim se intensificasse e se espalhasse; levaria à atenção da mídia mundial e à condenação; e pode, no final, levar à prisão dos culpados. Mortes intencionais, o que de acordo com a filmagem parece ser a opção mais provável, na realidade parece ser a opção menos provável.

Poderia ser que um soldado israelense tenha ficado tão assustado ou de cabeça quente que ele perdeu o bom senso e disparou indiscriminadamente? Esta é uma opção. Mas o assassinato dos dois jovens ocorreu com uma diferença de tempo de 75 minutos de acordo com o relógio do vídeo. É improvável que um lapso mental duraria tanto tempo. Além disso, o soldado teria sido obrigado a mudar para munição real, algo que provavelmente teria sido percebido por seus companheiros. Outra opção é que isso era uma bala perdida. Isso também é possível. Mas poderia acontecer duas vezes; e ambos atingirem no torso com desfecho mortal? Por que isso aconteceu durante uma calmaria aparente na violência? E mais uma vez, por que com munição real, se a ordem era apenas para usar balas de borracha?

Há também a opção de que a imagem de vídeo tenha sido manipulada. Se for assim, não seria a primeira vez. Há muitos clips disponíveis no Youtube mostrando árabes palestinos agindo como supostos assassinatos de seus civis por soldados israelenses, a fim de divulgá-los como reais. Esta indústria recebeu o nome de Pallywood.

Em primeiro lugar, a identidade dos dois jovens que supostamente são filmados na filmagem não pode ser decidida com base na filmagem. Podemos ter certeza de que nós estamos vendo Odeh e Nawara? Em segundo lugar, conforme relatado no Canal 2de Israel, um dos adolescentes estendeu as mãos para suavizar sua queda. Isso é um comportamento provável de uma pessoa que foi baleada? Em terceiro lugar, após o assassinato de um dos adolescentes, um grande grupo de pessoas corre para ele e o carregam a uma ambulância que aparece um pouco mais abaixo na estrada. Mas um grande número de pessoas continua a caminhar ao longo do muro como se nada tivesse acontecido. Parece haver nenhum medo de ser alvejado por balas adicionais. Em quinto lugar, por que demorou quatro dias antes da filmagem ser divulgada? Terá sido adulterada?

Tudo isso não é para excluir a possibilidade de que as forças israelenses são responsáveis ​​pela morte dos dois adolescentes. Isso já aconteceu antes, e, infelizmente, é provável que isso aconteça novamente. Mas é fundamental que todos os fatos sejam colocados sobre a mesa antes de as conclusões serem tiradas. Para que isso aconteça, pressão deve ser colocada na AP, para trazer todas as evidências relacionadas ao incidente. É do interesse de Israel de que a verdade seja revelada – mesmo que possa ser desagradável. Só desta forma incidentes semelhantes podem ser impedidos no futuro.

No entanto, a prevenção de tais incidentes não parece ser uma prioridade na agenda da AP. Eles continuam incentivando protestos violentos sabendo muito bem que este é um jogo mortal para os jovens que eles enviam na linha de frente dessas manifestações fúteis. Parece precipitado dizer isso, mas é difícil evitar a conclusão de que, para a AP, o sacrifício de alguns jovens agora e depois é um preço que eles estão dispostos a pagar, a fim de se certificar que a simpatia do mundo permaneça ao seu lado.

Portanto, os dois lados podem não concordar que expor a verdade é o que é importante aqui. Infelizmente, parece que para a AP, é suficiente que um caso pode ser usado para condenar Israel e isolar o Estado judeu internacionalmente. Há muito tempo que essa tem sido sua agenda e, enquanto o caso atual servir para esse propósito, não devemos esperar qualquer cooperação do lado da AP.

2. CURTAS DA SEMANA

O Haaretz informou que uma fonte do Hamas teria dito que o modelo sendo planejado para o novo governo palestino unificado seria o mesmo do Hizb'Allah no Líbano, em que a organização é um partido do governo que divide a responsabilidade por assuntos de rotina, mas mantém um exército independente.  "Se alguém espera que o Hamas to entregue todos os seus artefatos e a rede de mísseis para a Autoridade Palestina, está cometendo um grande erro," disse a fonte do Hamas.

No próximo domingo, 25 de maio, o Papa Francisco visitará Jerusalem. Entre outras coisas, ele passará no jardim do Monte Hertzl, visitará o Yad VaShem e encontrará os dois rabinos-chefes. O Papa Francisco também se encontrará com o Presdente Shimon Peres e com o Primeiro Ministro Binyamin Netanyahu. Durante sua visita, também está agendado que o Papa Francisco encontre o Grande Mufti de Jerusalem, Sheikh Muhammad Hussein. Esse último compromisso tem causado algumas reações em Israel, pois Mufti tem um atualizado histórico em discursos de ódio anti-semitas. Suas declarações foram inclusive repreendidas internacionalmente. Em 2012, o Mufti pregou que faz parte do destino muçulmano matar judeus e, em outra ocasião, na Mesquita de Al-Aqsa, em Jerusalém, ele ensinou que judeus são "inimigos de Allah". Ainda, em outro sermão, ele disse que as almas dos suicidas de atentados a bomba "nos dizem para seguirmos em seu caminho".

Um artefato interessante foi encontrado no sítio arqueológico de Omrit Roman-era, ao norte da Galileia. Trata-se de um selo que remete ao século 8 a.C. O artefato foi encontrado em 2012, mas apenas recentemente arqueólogos concluíram suas pesquisas a respeito do achado. Escavações em Omrit ao longo dos últimos 25 anos descobriram três diferentes templos, construídos um dentro do outro. A parte mais interna contem o templo mais antigo, datado do ano 40 a.C. No meio há um santuário que remonta à época de Herodes, perto de 20 a.C. O terceiro e mais recente templo data do primeiro século d.C. O selo foi encontrado atrás da parede do santuário mais antigo, dentro de uma camada de massa entre uma parede interna e uma externa.

Os arqueólogos não entendem como o selo foi parar lá, pois o templo foi cosntruído 700 anos depois da criação do selo. O selo representa uma batalha entre uma figura alada e um touro empinado sobre suas patas traseiras. Uma pesquisa comparativa remonta a data de criação à época de Sargão II, um rei Assírio que reinou entre 722 e 705 a.C. e que conquistou a Israel antiga. "O selo, aparentemente, foi trazido para Israel por um de seus servos", disse a Professora Ziona Grossmark, do Tel-Hai Academic College.  De acordo com Grossmark, um selo era um meio de caracterizar seu proprietário, ao contrário do que é uma identidade hoje em dia. "Selos eram usados na Galileia no terceiro milênio a.C. até quase o 5º ano a.C." Eles eram usados principalmente durante o período no qual tábuas de barro eram usadas para escrita, até que a posterior introdução do papiro ou do couro na feitura de pergaminhos." O selo foi descoberto perfeitamente preservado, e ainda está send pesquisado e catalogado. Grossmark relatou para arqueólogos e historiadores que é um dos mais belos selos jamais encontrados.

Nessa semana, 400 oficiais doo governo chines e empresários chegaram a Israel para participar de uma série de rodadas de negócios e seminários.  Shangyan Fen, um diretor de administração  da Catalyst-CEL, um fundo de investimentos conjunto entre Israel e China disse que eles estão buscando tecnologia isrelense para auxiliar a China a "subir de nível" em termos sociais. Entre outras iniciativas de cooperação, a Tel Aviv University anunciou, na segunda, uma parceira com a Tsinghua University de Beijing para investir USD300 milhões para estabelecer o XIN Research Center, voltado para a pesquisa de tecnologias iniciais e maduras em biotecnologia, energia solar, água e meio ambiente. Israel ainda é um parceiro discreto para  gigantesco tamanho chinês, mas os negócios entre ambos tem se avolumado, alcançanco USD8.4 bilhões no ano passado, comparado com USD6.7 bilhões em 2010, de acordo com o Central Bureau of Statistics de Israel. Beijing busca acesso a novas tecnologias em campos nos quais Israel é considerado um líder, aí incluindo agricultura, dessalinização da água e medicina, enquanto o estado judeu está faminto para ganhar campo no mercado chinês.

3. FLASHBACK HISTÓRICO: Junho de 1964

A National Water Carrier foi completada. Como resultado, a maioria das redes regionais de condução de  água no país oram unificadas em uma rede que compreende desde o Kinneret (Mar da Galileia) até o Mitzpe Ramon no deserto do Neguebe.

A água do Kinneret é misturada com água que brota do solo ao longo de sa rota, e desde o princípio, 80% dela é usada para agricultura e 20% para consumo. Esses números foram invertidos em 2010, quando, devido ao aumento populacional, e aumento dos padrões de vida, 80% da água do Mar da Galileia é usada para consumo. De modo a levar esta quantidade de água a 370 acima do Kinneret, até o ponto mai alto da rota, Eliabun, duas grandes estações de bombeamento foram construídas, uma em Tabgha em outra no Tsalmon. Anualmente, 500 milhões de metros cúbicos de água são bombeados do Kinneret, e 400, destes, são destinados para a rede nacional (National Water Carrier). Os 300 milhões de metros cúbicos adicionais evaporam.
Fonte: LivetsOrd

“Óleo sobre a Barba”

Posted: 29 May 2014 07:19 AM PDT

"Óleo sobre a Barba"

Unidade, Liderança e Unção Há uma ligação especial entre unidade na liderança e unção do Espírito Santo. Eu estou envolvido com vários grupos de liderança, tais como a nossa equipe do Revive Israel, a congregação Ahavat Yeshua em Jerusalém, a congregação Tiferet Yeshua em Tel Aviv, e a Aliança Judaico Messiânica de Israel. Os relacionamentos que nutro há mais tempo são com a equipe sênior do Tikkun International (Dan Juster, Eitan Shishkoff, David Rudolph, Paul Wilbur). Em todos esses grupos, procuramos construir a partir do trabalho em equipe, enquanto buscamos ao Senhor em oração e adoração. Em Atos 1, vemos os discípulos de Yeshua orando juntos num só coração sob a liderança dos apóstolos. Como resultado, o fogo do Espírito Santo foi derramado em Atos 2. Para que alcançassem essa unidade em oração, foi necessário um investimento extraordinário em relacionamentos de aliança entre eles "horizontalmente", juntamente com uma pureza devocional a Deus "verticalmente". Salmo 133.1-3: "Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos! É como o óleo precioso sobre a cabeça, o qual desce para a barba, a barba de Arão, e desce para a gola de suas vestes. É como o orvalho do Hermom, que desce sobre os montes de Sião. Ali, ordena o SENHOR a sua bênção e a vida para sempre." A palavra em hebraico para "barba" – zakan – vem da mesma raiz da palavra "ancião" ou "presbítero" – zaken. A unção do Espírito Santo desce como óleo a partir de Yeshua, nosso Sumo Sacerdote, através da liderança. Esse salmo clássico de Davi pode ter uma aplicação para os dias atuais – e o fim dos tempos. Se a unidade no meio da liderança e a unção do Espírito Santo puderem ser restauradas aqui em "Sião", então uma enorme bênção de avivamento e vida de ressurreição será liberada para o mundo inteiro (Romanos 11.12-17). Asher Intrater

Construindo uma Comunidade de Aliança

Nesta era moderna de alienação e escassez de vínculos pessoais, estamos proclamando: obediência a Yeshua requer o desenvolvimento de comunidades de discipulado sob a supervisão de um presbitério qualificado. Em Mateus 16, lemos o relato da confissão de Pedro a respeito de Yeshua. Ele declara: "Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo."Yeshua responde: "Bem-aventurado és, Simão Barjonas, porque não foi carne e sangue que to revelaram, mas meu Pai, que está nos céus. Também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Dar-te-ei as chaves do reino dos céus; o que ligares na terra terá sido ligado nos céus; e o que desligares na terra terá sido desligado nos céus." Alguns tentam escapar da exigência de compromisso congregacional, alegando que a igreja de Yeshua é uma realidade invisível e mística que não requer um comprometimento com as instituições visíveis deste mundo. Isso é contrário às Escrituras.  Yeshua escolheu 12 discípulos, onze dos quais se tornaram os novos anciãos para os seus seguidores. A frase "as chaves do Reino" tem a ver com autoridade de governo, uma autoridade que os judeus consideravam pertencer ao Sinédrio no primeiro século. O ato de ligar e desligar implicava em permitir ou proibir certos comportamentos. Isso era muito concreto e bem conhecido no primeiro século. É claro que podemos nos referir ao povo de Yeshua como um Corpo universal que transcende os grupos visíveis que se reúnem; porém, sem se reunir em congregações – sejam elas pequenas ou grandes – essa entidade universal não terá substância. Ao invés disso, logo após o Pentecostes (Shavuot), formou-se uma grande congregação em Jerusalém que se submetia ao ensino apostólico e se reunia regularmente (Atos 2.42). Mais tarde, quando os apóstolos começaram a viajar para novas cidades, eles estabeleceram novas congregações sob a liderança de um presbitério. O Cubo da roda A congregação é o útero para discipulado, adoração, oração e responsabilidade mútua. Podemos observar isso ao longo das Escrituras: Mateus 28.19 nos comissiona a fazer discípulos. As congregações são como o cubo de uma roda — da qual saem muitos raios: casamento e família, negócios e finanças, artes, educação e justiça social. Tudo flui a partir do cubo, onde há autoridade. As pessoas são treinadas a demonstrar o Reino em cada área da vida por aqueles que estão na liderança da vida congregacional. Portanto, construir uma comunidade sob um presbitério é o compromisso fundamental para todos aqueles que creem em Yeshua – perdendo em importância apenas para o seu compromisso pessoal com Deus e com o próprio Yeshua. Dan Juster

Visão para o Shavuot

Neste vídeo, Asher expõe a visão que nos levou, no Revive Israel, a convidar você tão insistentemente a uma parceria conosco para o Shavuot deste ano. Para nós, esse não é apenas outro evento. Nós cremos, com base nas Escrituras, que Deus derramará o seu Espírito sobre toda a carne no fim dos tempos (Atos 2.17-21). Para que isso ocorra, Yeshua está esperando que sua noiva ao redor do mundo se una em fé e oração, e peça para que esse evento capaz de mudar o mundo aconteça. Para assistir ao vídeo em inglês, clique AQUI! Por favor, junte-se a nós, começando às 18h no dia 3 de junho, 2014 (horário de Israel) e continuando por 12 horas, através da transmissão ao vivo pela internet. Para assistir à transmissão ao vivo, acesse este link. *IMPORTANTE* Para assistir, você precisa digitar esta SENHA: globalrevival (A senha não aparecerá em nenhum lugar no site)

Pedidos Rápidos de Oração

Papa – Francisco fez uma visita a Israel neste último domingo. Embora quase todos os judeus messiânicos em Israel tenham uma perspectiva evangélica, para a maioria da nação, o Papa é a figura mais visível ligada a Yeshua. Ore por um relacionamento melhor entre o Vaticano e o governo israelense. Egito – As eleições presidenciais estão marcadas para esta semana. O grande favorito, Abdel Fatah Al-Sisi, acredita que os radicais islâmicos prejudicaram o Egito, e que a cooperação de segurança com Israel aumentará entre as duas nações. Ore por um governo estável no Egito com mais liberdade religiosa.   Fonte: ReviveIsrael

Pés Formosos » Notícias

Pés Formosos » Notícias


Pede-me e Eu te darei – Maio

Posted: 23 May 2014 11:30 PM PDT

pede me

SUDÃO DO SUL

O Sudão do Sul é a nação mais jovem do mundo, porém com muitos problemas, suas constantes guerras étnicas têm trazido muito sofrimento e dor; existem falta de infraestrutura básica, alimentos e de oferta de trabalho no país.

No dia 06/05, mais de onze mil sul-sudaneses fugiram para a Etiópia, o país vizinho, para escapar da guerra. A fuga ocorreu após o anuncio de que as forças governamentais tomaram o controle da localidade de Nazir, quartel general dos rebeldes.

Há relatos de mais gente ferida e precisando de ajuda, as agências comunitárias estão tentando levar suprimentos até essa região e socorrer quem está ferido, no entanto trabalhos de instituições sérias estão sendo interrompidos e o envio de missionários em algumas regiões está mais difícil em virtude dos conflitos. (Fonte: G1)

Precisamos orar com toda força e clamar por essa nação, para que cessem todas as guerras e conflitos.

Alvos de Oração:

- Que essa nação se torne pacífico e um lugar bom pra se viver;
- Que os moradores tenham alimento e trabalho digno;
- Que os feridos sejam totalmente restaurados;
- Que os trabalhos missionários não cessem, e que em tudo as equipes de campo sejam guardadas por Deus em sua obra.

NIGÉRIA

Um grupo de meninas que saíam da escola na Nigéria foram sequestradas por Boko Haram (grupo islâmico). O líder islâmico disse que as meninas vão ser vendidas em um mercado e elas além de raptadas serão obrigadas a se casar com seus sequestradores.

Esses homens praticam todo tipo de crueldade dizendo fazer em nome de Alá; invadem as casas ordenando que as pessoas saiam, roubam alimentos e colocam fogo em prédios. O grupo sequestrou 276 meninas, porém 53 conseguiram escapar; agora são 223 meninas presas por esses cruéis, mantendo-as como escravas sexuais.

Em um vídeo o líder declara que foi o deus Alá quem está pedindo que elas sejam vendidas, declarando que elas são propriedades dele. Os pais dessas meninas estão desesperados por qualquer informação de suas filhas e contam com uma campanha internacional de oração pela vida delas. (Fonte: G1)

Vamos levantar um clamor por elas, declarando que suas vidas pertencem somente a Jesus.

Alvos de oração:

- Que elas sejam libertas das mãos desses homens cruéis ;
- Que esses homens sejam julgados e condenados por seus crimes;
-Que seja aniquilada toda força do islamismo no mundo. E que seus seguidores tenham oportunidade de conhecer Jesus, a única Verdade.

ETIÓPIA

"Alegrai-vos com os que se alegram; e chorai com os que choram.” Mateus 5:14

Um grupo de missionários visitam viúvas na Etiópia e assiste de perto a necessidade dessas mulheres, seu trabalho é levar consigo cartas de todo o mundo destinadas a elas.

A mudança de expressão delas é nítida, quando recebem as cartas logo exclamam: "essas cartas são para mim?”. Antes das cartas chegarem até as suas mãos, elas se encontram tristes e deprimidas, mas se alegram, ao entenderem através do tradutor, que existem pessoas por todo mundo que estão orando por suas vidas. Essa demonstração de amor as deixa mais fortes para continuar a caminhada.

Uma delas nos disse: “As cartas são penduradas como um lembrete de que Deus se importa e está comigo". (Fonte: Portas Abertas)

Damos glórias a Deus por essas pessoas que em obediência a Palavra de Deus , enxugam as lágrimas de órfãos e viúvas.

Alvos de Oração:

- Ore pelas viúvas na Etiópia que agora tem a responsabilidade de sustentar sua família sozinha em meio a tantas dificuldades encontradas nesse país;
- Pelas pessoas que escrevem essas cartas, pedindo a Deus que sejam recompensadas, e que continuem sendo instrumentos de alegria na vida das viúvas;
- Pelos contribuintes que permitem a chegada das cartas até seu destino.

SÍRIA

Eleições na Síria tem um cristão como candidato

As eleições na Síria se aproximam; está marcada para o dia 3 de Junho deste ano e Samih Mikhael Moussa, um cristão, está entre os candidatos à presidência.

Apesar da Constituição reservar esse direito somente a muçulmanos, leis aprovadas em 2013 garantem que Moussa participe e que não será considerada a crença religiosa do candidato. Atualmente ele lida com a oposição do atual presidente Bashar Al-Assad, eleito desde 2000, e é o principal favorito nas eleições.

Al-Assad deu declarações que irá comandar por mais sete anos o governo do país, que há mais de três anos vive em guerra civil e já deixou milhares de mortos e desalojados. Mas ainda assim o candidato Moussa, nascido em Btaiha, crê que seja possível vencê-lo. (Fonte: Portas Abertas)

Deus é quem levanta reis e abate reis, Ele é quem conhece o coração do homem, e com Ele está a perfeita e boa vontade, mas a chave da oração está com Igreja e é nosso dever orar para que os governantes da terra sejam estabelecidos pela mão de Deus e não do homem.

Alvos de Oração:

- Que Samih Mikhael Moussa seja o novo governante da Síria, e que governe o país segundo a direção de Deus;
-Para que não haja nenhuma corrupção e nem fraude, impossibilitando um governo justo e verdadeiro no país.

Fonte: MCM

Noticias Revive Israel – 21 de Maio

Posted: 23 May 2014 11:18 PM PDT

Revive image 1

Evangelho do Reino

Quando pensamos no evangelho, o evangelion, normalmente pensamos em salvação pessoal. Esse é o ponto de entrada no reino de Deus para todos os seres humanos. No entanto, o evangelho também é descrito como o "evangelho do reino".

Mateus 9.35: "pregando o evangelho do reino"

Mateus 13.19: "a palavra do reino"

Mateus 24.14: "E será pregado este evangelho do reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações. Então, virá o fim."

O processo da salvação continua até atingir sua plenitude. O reino é como um pequeno grão de mostarda que, no fim, acaba enchendo a terra (Mateus 13.31-32). A salvação é o ato de plantar a semente; o reino é o processo pelo qual ela enche a terra (Marcos 4.26-29). Assim como todos os elementos de uma árvore estão presentes dentro da semente, o Reino também já veio dentro de nós. Da mesma forma que a semente cresce em estágios para se tornar uma árvore, o Reino cresce até alcançar a sua plenitude, que ocorrerá na vinda de Yeshua.

Vamos definir o evangelho "pleno" em 7 estágios:

  1. Salvação – perdão dos pecados e vida eterna por meio de arrependimento e fé na crucificação e ressurreição de Yeshua.
  2. Batismo no Espírito Santo – ser cheio do poder e da presença de Deus, produzindo frutos de caráter e dons espirituais (carismáticos) na vida do cristão.
  3. Vida de Santidade – viver como um discípulo dedicado de Yeshua, incluindo obediência às Escrituras e os valores de integridade e lealdade.
  4. Justiça Social – mudar o mundo e a sociedade à nossa volta para melhor através da influência de princípios divinos e poder espiritual.
  5. Igreja e Israel – trabalhar para a plenitude histórica, a restauração e a unidade tanto da Igreja como de Israel, preparando o caminho, assim, para a vinda de Yeshua.
  6. A Segunda Vinda – preparar o povo de Deus para permanecer firme nos tempos do fim, declarando que está próxima a vinda de Yeshua em glória e juízo.
  7. Reino Milenar – o reino do Messias será estabelecido na terra com paz entre as nações e com Yeshua reinando a partir de Jerusalém.

Esse entendimento do evangelho como uma apresentação de todas as dimensões do reino de Deus – começando com arrependimento e salvação, porém terminando com Yeshua governando e reinando neste planeta – terá uma importância cada vez maior à medida que nos aproximamos da volta de Yeshua.

Asher Intrater

Guerra na Nigéria

A Nigéria é o maior país da África, com uma população de 178 milhões (!). A parte norte do país é de maioria muçulmana, enquanto o sul tem cristãos e outras religiões. Boko Haram é uma organização jihadista ligada à Al Qaeda na Nigéria, responsável por cerca de 10 mil assassinatos na última década. No dia 14 de abril, eles sequestraram um grupo de meninas cristãs, estudantes do ensino médio (segundo os relatos, 54 escaparam e outras 275 ainda estão sendo mantidas em cativeiro), com ameaças de conversão forçada ao islã e de serem vendidas como escravas sexuais.

A mídia ocidental ficou sabendo recentemente desse ato terrorista hediondo e tem demonstrado solidariedade pelas vítimas, sendo que até mesmo líderes como Michelle Obama e Hilary Clinton têm se manifestado a respeito. Contudo, o evento tem sido apresentado, em grande medida, de forma enganosa. Esse não é um ato criminoso cometido por "bandidos". É uma campanha terrorista planejada por fanáticos muçulmanos, motivados pela ideologia religiosa jihadista, com a intenção explícita de destruir o cristianismo, a educação ocidental e os direitos das mulheres; bem como de conquistar a Nigéria, matar os infiéis e impor a lei sharia.

O que é mais pungente nesta tragédia é o "silêncio ensurdecedor" de todo o mundo muçulmano; a sua falta de condenação (o que nos faz lembrar a falta de reação ao atentado às Torres Gêmeas em 11 de setembro) só pode ser interpretada como apoio tácito.

Em 1993, as relações diplomáticas entre Israel e a Nigéria foram restabelecidas, incluindo cooperação na segurança. Alguns relatos indicam que Israel enviou uma unidade especial antiterrorismo para dar assistência nessa situação a pedido do governo nigeriano.

Vamos orar para que essa seita jihadista seja totalmente desmantelada e seus criminosos levados à justiça, para que o mundo muçulmano e o não muçulmano sejam despertados para os perigos do Islã radical, pelo retorno em segurança das meninas nigerianas, e por liberdade e segurança para a Nigéria.

Versículos Proféticos Ganham Vida

Na semana passada, na congregação de Ahavat Yeshua em Jerusalém, o líder de louvor Evan Levine compartilhou conosco uma nova canção que ele compôs com base nas palavras de Isaías 53. Enquanto a congregação estava cantando esse cântico de louvor, Elhanan Ben Avraham, um renomado artista messiânico, trouxe uma nova pintura que ele havia feito naquela mesma semana, baseando-se também nas palavras de Isaías 53 (veja imagem abaixo). Isso foi mais do que uma coincidência. À medida que o remanescente messiânico em Israel cresce, as profecias messiânicas estão sendo renovadas em nossas vidas pessoais, na vida da congregação, em adoração, arte e em todas as esferas da vida. Os textos antigos estão ganhando vida.

Se você estiver interessado em comprar alguma dessas pinturas exclusivas ($20 USD + taxa de envio), por favor, entre em contato com Elhanan através deste email: elhananj@inter.net.il

Christy de Belém

Christy é uma mulher cristã palestina de Belém que, lendo a Bíblia, chegou à conclusão de que a terra de Israel foi prometida ao povo judeu por meio de aliança e que seria melhor para os cristãos estarem em Israel sob um governo judeu do que na Palestina ou em Gaza que são dominados por muçulmanos. Ela já entrevistou um membro do gabinete palestino, Saib Erekat, deu aula em campi universitários e compartilhou seu testemunho na mídia social. Devido a ameaças de morte, ela fugiu do país.

Ore para que ela e sua família sejam protegidas da perseguição e para que o seu ensino e testemunho na mídia sejam divulgados e encontrem ampla aceitação. Para ouvir o testemunho dela em inglês, clique AQUI!

Convite em Vídeo para o Shavuot

No próximo mês, estamos convidando você a reunir sua família, amigos e congregação para juntar-se a nós para a nossa 4ª Reunião de Oração anual de Shavuot (Pentecostes) durante toda a noite. Por 12 horas, começando na véspera do dia 3 de junho, 2014 (horário de Israel), vamos adorar, interceder e crer por um novo derramamento do Espírito Santo. Desta vez, será transmitido ao vivo pela internet. Você não vai querer perder! Fique atento para mais informações a serem divulgadas em breve.

Para assistir ao convite em inglês, clique AQUI!

 

Fonte: ReviveIsrael

Síria registra mais de 162 mil mortos em três anos de conflito

Posted: 23 May 2014 11:16 PM PDT

Siria

Mais de 162 mil pessoas morreram na Síria, entre elas 53.978 civis, desde o início do conflito em março de 2011, informa o novo balanço divulgado hoje (19) pelo Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Dos civis, pelo menos 8.607 eram menores e 5.586 eram mulheres, acrescentou a organização, com sede no Reino Unido, que tem por base dados de um vasta rede de militantes e fontes médicas e militares.

Do total de 162.402 mortos, o número de combatentes da oposição chega a 42.701, incluindo 13.500 rebeldes da Frente Al Nosra, ligada à Al Qaeda, do Estado Islâmico do Iraque e do Levante.

Segundo o OSDH, morreram também 61.170 membros das forças do regime, entre os quais 37.685 soldados e 23.485 milicianos.

A organização não governamental contabilizou ainda, no período de pouco mais de três anos até 17 de maio, 438 mortos nas fileiras do movimento xiita libanês Hezbollah, que combate ao lado das forças do regime.

Entre os estrangeiros que vieram apoiar com armas o regime de Bashar Al Assad, 1.224 morreram no conflito. A organização registrou ainda a morte de 2.891 pessoas, cuja identidade não foi determinada.

O OSDH lembra que o balanço não incluiu mais de 18 mil pessoas que foram detidas pelo regime e cujo paradeiro é desconhecido, bem como os 8 mil efetivos governamentais prisioneiros dos rebeldes e os milhares de sequestrados pelos radicais islâmicos.

O balanço anterior do observatório, divulgado no início de abril, contabilizava 150 mil mortos.

 

Fonte: EBC

O sonho de ser livre para adorar a Deus

Posted: 23 May 2014 08:00 AM PDT

Como está escrito: “Por amor de ti enfrentamos a morte todos os dias; somos considerados como ovelhas destinadas ao matadouro”. Romanos 8.36

Dia22_0270001032_ERITREIA.jpg

Jorge* conta de uma visita que fez à Eritreia, na qual conseguiu marcar uma reunião especial. Ele foi calorosamente recebido, apesar da barreira da língua, por um intérprete e pelo irmão Paulo*, que compartilhou seu testemunho.

“Fui levado a uma prisão militar na qual me obrigaram realizar tarefasdesgastantes sob uma temperatura muito alta – passava dos 40 graus. Nestas condições, trabalhei diariamente. Sem descanso. Sem direito a julgamento. Colocaram-me numa cela subterrânea, completamente escura. Por mais de seis meses, fiquei na escuridão. Quando saí de lá, mal podia andar, e estava quase cego! Mas agradeço a Deus porque meus olhos voltaram ao normal aos poucos”.

A polícia lhe pediu para assinar um papel, negando sua fé. “O documento, entre outras coisas, dizia: 'De agora em diante, não vou pregar, não vou me reunir comoutros cristãos. Não vou falar de Jesus'. Afirmava também que, a partir daquele momento, eu era um marxista”.

Ao final da entrevista Jorge e Paulo oraram juntos. Quando Jorge estava de saída, Paulo lhe disse: “Continue orando para que Deus intervenha e restaure a liberdade da Igreja na Eritreia”.

Pedidos de oração

  • Agradeça a Deus pela vida de irmãos como Jorge que todos os anos visitam cristãos perseguidos para fortalecê-los.
  • Louve ao Senhor pela vida de Paulo que mesmo em meio à prisão e torturas não negou a fé.
  • Interceda por milhares de cristãos que estão presos, são torturados e marginalizados na Eritreia por causa de sua fé em Cristo.

*Os nomes verdadeiros foram alterados por motivos de segurança

Participe dos 31 dias de oração pela Igreja africana!

Fonte: Portas Abertas Brasil

“Todos nós sofremos e precisamos uns dos outros”

Posted: 23 May 2014 08:00 AM PDT

Embora o medo tenha se tornado “um amigo próximo” de Samir*, ele e sua esposa Dina* preferiram ficar e viver na Síria, mesmo durante esses três anos de guerra civil. “Minha fé em Deus me mantém na Síria. Enquanto eu ficar, posso servir aos outros”, conta Samir

Refugiado sírio.jpg

Em sua igreja, Samir e Dina nunca tiveram nenhuma experiência assistencialista, porém eles começaram a visitar as famílias das igrejas e descobriram suas enormes necessidades. Eles iniciaram o trabalho em setembro de 2012, com a distribuição de cestas básicas. Um grupo de cinco jovens da igreja percebeu que algo tinha que ser feito.

“Algumas pessoas não tinham o suficiente para comer! Começamos ajudando trinta famílias e, depois de quatro meses, estávamos chegando a quinhentas. O nosso grupo de cinco jovens cresceu para mais de vinte. Cada um é responsável por cerca de vinte famílias. Nós visitamos, conversamos e vemos o que é necessário fazer.”

Depois de um tempo, eles entraram em contato com outras igrejas envolvidas nesse trabalho de apoio. Para evitar que uma família recebesse várias cestas básicas e outras não recebessem nada, eles coordenam juntos a ação.

“Nosso grupo começou com esse trabalho porque nos sentimos parte da comunidade. Queremos mostrar o amor de Deus a essas pessoas. Cada igreja agora cuida das famílias de sua própria vizinhança. Não são distribuídas cestas básicas para um mês inteiro, para que as pessoas não dependam totalmente da igreja. Elas precisam ter suas responsabilidades, procurar um emprego ou talvez começar um pequeno negócio.”

“Em meio à guerra, descobrimos que temos exatamente as mesmas necessidades. Oramos juntos com nossos líderes e outras igrejas. Algum tempo atrás, começamos a organizar reuniões de oração”, comentou Samir. “Às vezes orávamos de forma criativa, por exemplo, usando um quebra-cabeça. Cada parte do quebra-cabeça tinha um problema da Síria escrito nela. E então orávamos por esse problema específico. Todas as peças juntas formavam o mapa da Síria. O grupo se reúne a cada dois meses em uma igreja diferente. Dependendo do tamanho da igreja podem vir cerca de 200 a 500 pessoas”.

“Eu realmente acredito que Deus está conosco e que ele nos protege. A fé é a nossa única arma”, finaliza Samir. “Todos os dias oramos pedindo força. Isso realmente nos ajuda a entender que não estamos sozinhos, que outros cristãos estão conosco”.

*Os nomes verdadeiros foram alterados por motivos de segurança

Leia também
Síria registra mais de 162 mil mortos em três anos de conflito

Fonte: Portas Abertas Internacional
Tradução: Basílio Henrique

Governo de Chiapas protege vítimas de violações da liberdade religiosa

Posted: 23 May 2014 07:59 AM PDT

Na última semana, dois representantes do grupo de evangélicos da região de Huixtan, Chiapas, se reuniram com o Secretário Geral do Governo, Noé Castañon Léon, para assinar um termo de compromisso que garante assistência às famílias que foram forçadas a sair de sua comunidade por não negar sua fé durante a realização de um culto em 23 de novembro de 2009

bandeira-mexico.jpg

Os representantes do grupo de cristãos são Sebástian Hernandez Santiz e Miguel Vásquez Mosham, que também assinaram o termo. Desta forma ficou firmado o compromisso do governo de garantir apoio econômico às famílias até que uma solução seja encontrada e haja possibilidade de reintegração destas famílias ao seu local de origem, para que possam viver em paz com o restante da comunidade.

As famílias aguardavam apoio das autoridades há quase cinco anos, e esta medida desperta o governo a planejar estratégias que contenham tais violações na região que, segundo a Christian Solidarity Worldwide (CSW), tem sido palco de grandes violações desde 1970, sem nenhuma ação concreta do governo.

Este acordo é um grande passo e traz satisfação às entidades que se esforçaram em realizar reuniões com as autoridades locais a fim de reduzir as discriminações motivadas por diferenças religiosas. A CSW esteve na região entre os dias 22 e 29 de abril deste ano para entrevistar estas vítimas e se reunir com organizações, funcionários do governo estadual, protestantes, líderes da Igreja Católica, a Comissão de Direitos Humanos do Estado de Chiapas, além de especialistas acadêmicos sobre o tema da intolerância e da diversidade religiosa.

Apesar de muitas destas vítimas receberem uma ajuda econômica do governo (bolsa que não supre a necessidade), a maior parte delas não alcança a justiça, por isto a impressão da CSW é que o governo parece ser incapaz de resolver as tensões e as expulsões que continuam a ocorrer com frequência na região de Chiapas. O Governo Federal foi acionado pela CSW a se envolver e criar uma cultura de tolerância e respeito pelos direitos humanos fundamentais como uma questão de urgência.

Fonte: ANAJURE

Crer em Jesus não é vergonha

Posted: 23 May 2014 07:59 AM PDT

Não fui eu que lhe ordenei? Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar. Josué 1.9

Dia21_0260005894.jpg

Nascido em uma família muçulmana muito conservadora, Arezki* foi expulso da casa de sua família quando se converteu ao cristianismo. Seu pai e seus irmãos o acusaram de trazer desonra ao nome da família por causa de sua fé cristã. Ele compartilhou sua experiência em uma visita de nossa equipe.

“Eu aceitei a Cristo durante o ramadã, o mês de jejum dos muçulmanos. Quando minha família soube que eu tinha me convertido a outra religião, começou a me questionar sobre minha nova fé. Eu disse a eles que Jesus ama a todos, e que crer nele não era nenhuma vergonha.

Certa vez, queimaram minha Bíblia e meus CDs cristãos. Eu fui obrigado por meu pai a confessar Maomé como profeta. Então respondi: 'Eu respeito os muçulmanos e seu profeta, mas só confessarei Jesus, o Deus Criador dos céus e da terra'. Disse a ele que eu estava em Cristo, o Deus da graça, no qual encontrei cura, vida e paz. Eu testemunhei de Jesus para a minha família e expliquei a fé cristã. Contudo, meu pai mandou que eu fosse embora de casa.

Mas Deus não me abandonou, ele estava comigo, me sustentou, caminhou comigo e pôs sua paz em meu coração.

Nesse período, meus irmãos da Igreja me deram todo o apoio. Eles vieram me visitar, animar e fortalecer com palavras de incentivo”.

Pedidos de oração

    • Agradeça ao Senhor pela fé e perseverança de Arezki e pela vida dos irmãos em Cristo que o apoiaram nos momentos mais difíceis.
    • Ore pela vida e ministério de Arezki, para que o Senhor continue capacitando-o e dando forças para suportar a pressão que enfrenta em seu país.
    • Interceda pela Igreja na Argélia, para que ela seja forte, perseverante e demonstre o amor de Deus a todos.

 

*O nome verdadeiro foi alterado por motivo de segurança

Fonte: PortasAbertas

Nunca voltar atrás

Posted: 23 May 2014 07:59 AM PDT

Quando um membro sofre, todos os outros sofrem com ele; quando um membro é honrado, todos os outros se alegram com ele. 1Coríntios 12.26

Dia23_0370000820.jpg

Já se passaram alguns meses desde a morte de Abdi Welli – fiel companheiro de Hellen, pai amável de três garotos e missionário apaixonado pelas almas perdidas do Quênia. A vida de Abdi teve um fim trágico quando ele foi assassinado a tiros por radicais islâmicos em Garissa, norte do Quênia.

Desde sua morte, a Portas Abertas mantém contato próximo com Hellen e a tem ajudado pedindo aos parceiros que escrevam cartas de encorajamento para ela. Centenas de cartas já foram enviadas. Toda vez que recebe cartões e cartas de irmãos de todo o mundo, Hellen abre um lindo sorriso.

“Muito obrigada por estas cartas! Elas são muito encorajadoras! Por exemplo, em uma delas eu li: 'Deus colocou em meu coração para orar por você todos os dias'. Eu a pendurei na minha parede para me lembrar. É muito encorajador saber que Deus tem feito pessoas orarem por mim. Eu sempre guardo todos os cartões para que meus filhos vejam assim que retornam da escola.

O que me conforta é saber que Abdi teve um encontro verdadeiro com Cristo e que ele prometeu nunca voltar atrás. O que também me conforta é saber que a Bíblia diz em Mateus 22.32: 'Deus não é o Deus dos mortos, mas dos vivos'. Abdi não está morto, ele está vivo com Cristo!”, concluiu Hellen.

Pedidos de oração

  • Ore pela saúde emocional e física de Hellen, que se sente sozinha, e por seus planos para o futuro.
  • Interceda para que Deus conforte seus filhos, dando-lhes paz, e que eles consigam superar esse momento difícil.
  • Ore pela segurança da Igreja no norte do Quênia, que está vulnerável aos ataques de grupos radicais da fronteira com a Somália.

Participe dos 31 dias de oração pela Igreja africana!

Fonte: Portas Abertas Brasil

Lançamento!

Lançamento!

Contato

Contato
Clique na imagem para acessar

REVISTA PAMM - edição de Outubro

Para escolher o modo de leitura (páginas, livro, slides) Coloque o mouse sobre iPaper > ViewMode> selecione o modo. Para ler no modo Tela Inteira, clik na caixinha abaixo no canto direito, você também pode usar o recurso de zomm.
- Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando, vos deitarão no vosso regaço; porque com a mesma medida com que medirdes também vos medirão de novo. Lucas 6:38