.

.

.

Situaçao dos Judeus na Ucrania por Dr.David Stern


Dr.David Stern
para a National Geographic
PUBLICADO 30 mai 2014

As eleições presidenciais da Ucrânia esta semana entregou uma vitória enfática para Petro Poroshenko , um magnata bilionário que triunfou sobre um campo repleto de candidatos com 54 por cento dos votos .

Na opinião de muitos ucranianos , a sua vitória não vem de um momento muito cedo. Eles estão preocupados que, como luta se agrava entre as forças governamentais e os rebeldes pró- russos no leste, o país pode estar à beira de uma grande guerra .

Poroshenko apelou aos ucranianos todo o espectro político , que viu nele um gerente forte cujas políticas centrista pode ser capaz de manter o país unido .

Mas as eleições também foram significativos em termos de unidade graças da Ucrânia para o outro , o desenvolvimento menos relatou: Dois candidatos do partido de extrema-direita cada um recebeu apenas cerca de um por cento dos votos .

Este voou em face das alegações russas do presidente Vladimir Putin de que os judeus na Ucrânia , que somam entre 100.000 e 300.000 estão sob ameaça e que o país é um celeiro de " fascistas e anti-semitas ". Este foi um argumento usado para justificar Putin anexação de Moscou da região sul da Ucrânia de Crimea ea pressão que ele continuou a exercer no país.

O ucraniano extrema direita pode ser baixo , mas não é para fora. As eleições legislativas e eleições locais pode ocorrer muito em breve , e uma eleição presidencial não é um medidor inteiramente correta de popularidade de qualquer movimento .

Além disso, a turbulência no leste do país, deu um ponto de apoio aos extremistas russos étnicos , alguns dos quais têm sido sincero em seu anti- semitismo.


Registre-se ou será deportado

Em uma noite quente de primavera , em abril, os membros de uma sinagoga na cidade oriental de Donetsk recebeu alguns visitantes de surpresa , quando estavam saindo depois da Páscoa seder . Três homens em camuflagem, seus rostos escondidos por balaclavas , materializado, passou uma pilha de folhetos , em seguida, derreteu-se .

Embora os estrangeiros teriam realizado o seu trabalho " educadamente ", o espanto dos fiéis se transformou em preocupação quando leu a mensagem sobre os folhetos.

Foi um decreto, supostamente assinada por Denis Pushilin , a cabeça de auto- declarado do separatista " república " pró- russo em Donetsk, exigindo que todos os judeus locais para se registrar com as autoridades , pagar um imposto , e fornecer uma história familiar ou rosto deportação .

As palavras " registro " e " deportação ", com seus ecos do Holocausto, atingiu um nervo internacional. Tanto o presidente Barack Obama ea secretária de Estado John Kerry denunciou a distribuição dos folhetos , e numerosos meios de comunicação dedicado a cobertura a ele.

Mas havia um problema: Pushilin negou ter qualquer coisa a ver com as apostilas , ea localização listado como o local para registrar era uma sala vazia . A verdadeira identidade dos autores dos panfletos permanece um mistério.

Veneno Político

O anti-semitismo é algo que os ucranianos em ambos os lados do espectro político acusam os seus inimigos de praticar, mas é um rótulo que eles mesmos assiduamente tentam evitar. Bater num judeu é políticamente um veneno para os candidatos, que são abertamente anti-semitase são repetidamente punido nas urnas.

Que essa é a realidade na Ucrânia, um lugar com um passado judaico trágico, é talvez paradoxal. Mas a Ucrânia é um país diferente hoje.

Esta nova Ucrânia estava em exposição durante os recentes protestos antigovernamentais em massa que terminou o governo brutal, cleptocracia do presidente Viktor Yanukovich.

Os membros de grupos de direita estão entre os principais ativistas que ocupam a praça central de Kiev, a Maidan. Para a maior parte, eles se abstiveram de qualquer linguagem controversa. Eles ainda fizeram um esforço concentrado para chegar aos judeus, que eram partidários entusiastas do movimento.

"Setor de Direito", uma organização formada por grupos ultranacionalistas e extremistas (alguns deles beirando a ser neofascista), realizaram uma "missão de resgate", em que o carro do líder do grupo, Dmytro Yarosh, foi usado para evacuar a família de um cidadão israelense que lutava no leste da Ucrânia. Eles também ajudaram a remover pichações anti-judaica de paredes de uma sinagoga e se reuniram com o embaixador israelense em Kiev.

Esse tipo de coisa pode ser sincera. Ou, é claro, poderia ser boas relações públicas, porque o "Setor de Direito" quer apelar para a mais ampla seção transversal dos ucranianos possível.

E não é para dizer que o anti-semitismo está ausente do "Setor de Direito". (Durante uma recente viagem de trem, encontrei-me sentado ao lado de um dos membros mais extremistas do grupo, que penosamente me explicou a diferença entre "judeus" e "kikes.")

Mas, a divulgação judaica do "Setor de Direito" está em nítido contraste com as atitudes dos partidos ultranacionalistas em países vizinhos, como a Golden Dawn da Grécia e da Hungria Jobbik, que são abertamente hostis aos judeus.

"A direita radical ucraniana está agora em uma luta clara e aberta", disse Vyacheslav Likhachev, especialista judaico-ucraniano no canto direito. "O inimigo não é judeus, mas a Rússia e os seus apoiadores pró-russos e ativistas na Ucrânia."

Denis Pushilin pode não ter estado por trás dos panfletos distribuídos na sinagoga Donetsk, mas um número de membros pró-russas de seu círculo poderia ter sido.

Grupos russos de extrema direita como o russo Unidade Nacional e da União da Juventude da Eurásia são ativos na causa separatista, e Pavel Gubarev, o auto-declarado "governador dos povos" de Donetsk é um ex-neonazista.

"Eu acho que há mais de uma ameaça de provocações anti-semitas do lado do Kremlin", disse Likhachev.







--

Pés Formosos » Notícias

Pés Formosos » Notícias


“Bebê milagre”

Posted: 05 Jun 2014 04:39 AM PDT

"Bebê milagre" cai de onze andares e sobrevive; "É um verdadeiro presente de Deus", dizem médicos

 

bebe milagreUm acidente em que a sobrevivência parecia improvável transformou um bebê de 1 ano e 3 meses numa pessoa agraciada com um milagre. Num momento de distração dos pais, o menino Musa Dayib caiu da varanda no 11º andar e sobreviveu apenas com hematomas e pequenos traumas.

"Se você e eu caíssemos dessa altura, estaríamos mortos", disse Tina Slusher, responsável pela Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica no Hennepin County Medical Center. "Ele é um bebê e eles tendem a ser mais flexíveis e maleáveis do que você e eu. Dito isto, é um verdadeiro presente de Deus que ele tenha sobrevivido, porque isso é uma enorme queda", acrescentou.

O menino caiu da varanda do apartamento da família por volta das 20h00 do último domingo, e os vizinhos acionaram a ambulância que o socorreu. "Quando as pessoas descobriram que ele sobreviveu, ninguém conseguia acreditar", afirmou um dos moradores, Abdirizak Bihi, que passou parte da segunda-feira no hospital acompanhando a família.

De acordo com informações do Star Tribune, os pais já foram informados que o bebê vai sobreviver, mas eles continuam em estado de choque. "Estou mais preocupada com os pais. Eles estão arrasados. Eles não podem nem falar", disse Tina.

O hospital divulgou um comunicado em que os pais agradecem as "orações contínuas por Musa e sua família neste momento".

 

Fonte: Gospel+

“O plano é matar todos os cristãos”

Posted: 05 Jun 2014 04:38 AM PDT

Ex-integrante do Boko Haram revela detalhes da perseguição religiosa na Nigéria: "O plano é matar todos os cristãos"

 

ex integranteIsiaku Nasir, um ex-integrante do grupo extremista islâmico Boko Haram, revelou detalhes da forma como os terroristas são treinados e motivados a praticarem atentados contra cristãos na Nigéria.

Nascido em Gusau, no Estado de Zamfara, Nasir se tornou integrante do Shitte, um grupo aliado do Boko Haram, e passou por treinamento no Irã, além de aprender a língua árabe, e revelou que os líderes dos grupos anti-cristãos submetem os adeptos de sua causa a uma lavagem cerebral.

"Nossos líderes nos ensinaram que quanto mais matássemos cristãos, mais provável seria que nós entrássemos no paraíso [...] Algumas formas de treinamento eram muito raras. Bebemos uma água especial, alguns chamariam de 'água espiritual', porque não era uma água comum. Também recebemos visitantes estranhos, não como seres humanos, mas em manifestação de formas raras. Nossos líderes nos pediam que recitássemos algumas passagens do alcorão para fazer esses seres aparecem", contou Nasir, de acordo com informações do Minuto Digital.

O plano do Boko Haram é a instalação de um estado islâmico na Nigéria, e a ideia é exterminar os cristãos do país: "Nós tínhamos planejado matar todos os cristãos em Kaduna, antes de seguir para o Norte. Antes de cada operação, bebíamos da água espiritual, e nos tornávamos ansiosos para cometer o mal", relatou.

A estrutura dos grupos radicais é complexa e organizada, segundo Nasir, que explicou a hierarquia do Boko Haram e seus aliados: "Eu costumava ser uma das mãos mais confiança no grupo, porque eu era um seguidor muito obediente e leal. Eu tinha meu próprio escritório secreto onde recebia delegados de nossos patrocinadores. Sempre que o nosso líder não estava por perto, era lá que eu atendia às necessidades de qualquer um dos nossos membros".

No tempo em que esteve envolvido com as ações de perseguição religiosa e terrorismo, Nasir participou diretamente de muitas mortes, e contou com detalhes a crença em torno do ritual de execução dos cristãos: "Eu não me lembro de quantas pessoas eu matei. Pegávamos nossas armas para atirar nas pernas. Quando perguntávamos a uma vítima 'Você quer ser muçulmano?' e a resposta era 'não', nós a degolávamos como uma cabra. E depois de matar os 'infiéis', coletávamos seu sangue em um copo pequeno e bebíamos. Assim, o fantasma cruel daquela pessoa não poderia assombrar nossos sonhos. Isso é o que o chefe dizia. E, de fato, se tivéssemos testado o seu sangue, não os víamos em nossos sonhos. Às vezes, quando eu não queria beber o sangue, molhava os dedos nele e então untávamos os lábios, e isso era suficiente para que o fantasma viesse atrás de nós em nossos sonhos".

Atualmente, a grande empreitada do Boko Haram contra os cristãos envolve o sequestro de quase 300 meninas, que foram levadas de escolas e vilarejos onde a maioria é cristã. Os Estados Unidos tem oferecido apoio ao governo nigeriano para tentar localizar as adolescentes.

 

Fonte: Gospel+

Parentes reconhecem mais de 70 meninas sequestradas em vídeo do Boko Haram

Posted: 05 Jun 2014 04:38 AM PDT

"A missão continua e se espera que os pais, estudantes e professores apresentem mais nomes", disse Kashim Shettima, governador de Borno

boko haram

Dias depois do sequestro de mais de 200 garotas nigerianas, o grupo islâmico Boko Haram divulgou um vídeo em que elas aparecem.

Parentes das estudantes, sequestradas há um mês, reuniram-se em Maiduguri, capital do Estado de Borno – onde as meninas foram raptadas –, para ver o vídeo no qual cerca de cem de meninas aparecem vestidas com véus islâmicos.

Pais, colegas da escola de Chibok – local onde aconteceu o sequestro – e representantes do governo regional de Borno puderam identificar ao menos 77 meninas nas imagens.

O fato de alguns pais não terem conseguido identificar fez com que surgissem especulações sobre a possibilidade de algumas das meninas que aparecem no vídeo terem sido raptadas antes de 14 de abril em outras localidades de Borno.

Agora os nomes das meninas estão sendo comparados com os nomes registrados na escola em que foram sequestradas.

"A missão continua e se espera que os pais, estudantes e professores apresentem mais nomes", disse Kashim Shettima, governador de Borno.
com informações da Veja

Cristãos evangélicos sofrem perseguição de cristãos ortodoxos na Etiópia

Posted: 05 Jun 2014 04:37 AM PDT

"Recentemente, funcionários do governo convidaram todas as lideranças religiosas de Lalibela para uma reunião, com o propósito de formar um Fórum pela Paz Religiosa. Mas o líder da Igreja Ortodoxa Etíope abandonou a reunião, recusando-se a cooperar”, conta um cristãos etíope

ortodoxos na etiopia

Na Etiópia, os cristãos evangélicos têm sofrido forte oposição e perseguição, e não apenas por muçulmanos radicais, mas principalmente por cristãos ortodoxos.

A Igreja evangélica, presente no país há pouco mais de 20 anos, tem sofrido porque a Igreja Ortodoxa Etíope (IOE) tem utilizado toda a sua autoridade e influência para pressioná-la.

"Recentemente, funcionários do governo convidaram todas as lideranças religiosas de Lalibela para uma reunião, com o propósito de formar um Fórum pela Paz Religiosa. Mas o líder da Igreja Ortodoxa Etíope abandonou a reunião, recusando-se a cooperar. Ele está convencido de que somente a IOE deve estar presente em Lalibela. Os líderes da IOE têm feito vista grossa às nossas necessidades e dificuldades enquanto Igreja de Cristo", compartilhou um cristão etíope.

"A Igreja é parte da história da Etiópia e, por isso, nós, cristãos, deveríamos viver em união. Em Lalibela (nome que herdou de seu antigo rei), no norte do país, foram construídas, no século 13, inúmeras igrejas em rochas que ficam abaixo do nível da terra. Essas igrejas são consideradas verdadeiros tesouros da arquitetura medieval e é o lugar de peregrinação de milhares de cristãos etíopes", concluiu o contato da Portas Abertas.

Pedidos de oração

Louve a Deus pela existência de uma Igreja viva e atuante na Etiópia.
Ore para que as barreiras do denominacionalismo e tradições sejam derrubadas e para que haja união entre os cristãos do país.
Ore por cristãos evangélicos que estão presos injustamente por causa de sua fé.
com informações da Portas Abertas

Cristã sudanesa condenada ao enforcamento precisa da sua oração

Posted: 05 Jun 2014 04:37 AM PDT

crista sudanesa

Meriam Yehya Ibrahim Ishag foi condenada a receber cem chibatadas e à pena de morte por enforcamento.

A pena de morte é por apostasia. Meriam é acusada de ter abandonado o islamismo por se converter ao cristianismo, o que é considerado crime no país.

“Demos a você três dias para se retratar mas você insiste em não voltar para o Islã. Sentencio você a ser enforcada até a morte”, disse o juiz, segundo a agência de notícias AFP.

As chibatadas são por acusação de adultério, já que o casamento dela não é aceito pelo país por ser com um homem de outra religião. O esposo dela é um cristão do Sudão do Sul.

Cristãos do Sudão pedem oração em favor da Meriam. A Portas Abertas publica uma lista de pedidos por ela:

- Ore por Meriam, seu marido, seu filho e bebê que está para nascer, para que recebam a paz, a presença e a proteção de Jesus.

- Peça a Deus para que todas as acusações sejam retiradas, a sentença de morte seja anulada, Meriam seja libertada e a família possa se reunir novamente.

- Interceda para que cristãos em todo o Sudão experimentem a paz e a presença de Jesus, e tenham a orientação diária do Espírito Santo para que possam viver sem medo.

- Clame para que todos os funcionários envolvidos tenham misericórdia, ajam com justiça, aprendam sobre Jesus e escolham seguí-lo.
com informações da BBC e Portas Abertas

Lançamento!

Lançamento!

Contato

Contato
Clique na imagem para acessar

REVISTA PAMM - edição de Outubro

Para escolher o modo de leitura (páginas, livro, slides) Coloque o mouse sobre iPaper > ViewMode> selecione o modo. Para ler no modo Tela Inteira, clik na caixinha abaixo no canto direito, você também pode usar o recurso de zomm.
- Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando, vos deitarão no vosso regaço; porque com a mesma medida com que medirdes também vos medirão de novo. Lucas 6:38